segunda-feira, 13 de junho de 2011

IV Prêmio Sentidos

Vem aí a 4ª edição do Prêmio Sentidos. As inscrições poderão ser feitas de 20/04/2011 a 20/07/2011. Participe contando a sua história,suas conquistas e superações. Mesmo quem participou da edição passada,tendo sido finalista, premiado ou não, poderá se inscrever novamente. E não é necessário se inscrever na mesma categoria, você pode escolher outra se achar mais adequado para o seu caso. Ou ainda, se você conhece alguém que tenha uma história que precisa ser conhecida pelo público,a oportunidade está aberta mais uma vez.


O principal objetivo do Prêmio Sentidos, uma iniciativa da revista Sentidos, Editora Escala, da Associação para Valorização e Promoção de Excepcionais (AVAPE) e do Instituto Ressoar, é reconhecer e valorizar o talento e capacidade das pessoas com deficiência de superar limites. Empresas e organizações do Terceiro Setor que contribuam com suas ações para uma sociedade mais consciente e inclusiva também podem se
inscrever.


O prêmio abrange três categorias: Gente como a gente, na qual serão avaliadas trajetórias de vida que demonstrem superação das dificuldades impostas pela deficiência e que escolherá apenas um exemplo para ser premiado; Talentos Especiais, que contemplará performances artísticas,esportivas e literárias, premiando três iniciativas, uma por ação; Menção Honrosa, que homenageará uma empresa e uma organização que contribuíram ou contribui para a inclusão social.

Inscrições

Os participantes poderão se inscrever somente em uma delas até o dia 20 de julho de 2011 pela Internet, sem taxa de inscrição. Para participar é preciso encaminhar uma cópia do material comprobatório de sua atuação como fitas VHS, CDs, fotografias, recortes de publicações, dissertações e projetos, além da ficha de inscrição, que estará disponível no site: www.sentidos.com.br a partir de 20 de abril.

Enviado por Paulo Roberto /SAC

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Miss Deficiente visual 2011‏

Uma beleza que vai além dos olhos

Associação dos Cegos do Rio Grande do Sul promove concurso de beleza na Capital. Vencedora
representará o Estado em concurso nacional.

Uma oportunidade de valorizar a mulher gaúcha com deficiência visual. Esse é o objetivo do I Concurso de Beleza Miss Deficiente Visual Acergs (Associação de Cegos do Rio Grande do Sul), que será realizado na próxima terça-feira, na Capital.

Ontem, foi um dia muito especial para as 13 concorrentes com idades entre 18 e 35 anos, cegas ou com baixa visão: elas escolheram o vestido com o qual vão desfilar, no Chalé da Praça XV, a partir das 20h. Como simpatia, desinibição e elegância são quesitos a serem avaliados, as meninas treinaram ontem na loja de vestidos Roupa Nova.

- Eu adorei a ideia (do concurso)! Eu acabei com o xis e estou só nas frutinhas - disse a estudante de Direito Rute Antunes de Mello, 21 anos, uma das candidatas.

Filho ajudou na escolha

Como sabe que a cor rosa combina com o seu tom de pele, Rute escolheu um modelo longo, todo bordado.
- O toque (do tecido) conta muito (na escolha da roupa), se ela está confortável, mas a cor é importante também - revelou Rute, que contou com o apoio das profissionais da loja para acertar os detalhes do figurino.

Já a telefonista Letícia Severo da Rosa, 31 anos, do Bairro Mario Quintana, levou o filho Gabriel, 11 anos, para opinar sobre o visual.

- Eu trouxe ele para dar uma opinião porque ele é muito crítico, mas quase me arrependi porque ele queria me cobrir inteira - divertiu-se Letícia, que no dia-a-dia prefere peças básicas e um estilo clássico para facilitar a escolha das roupas.

A autoestima em alta

A atendente de telemarketing Eliane Santiago de Oliveira, 28 anos, de Viamão, resumiu o sentimento das candidatas:

- É um momento para a gente se sentir com a autoestima lá em cima.

Ela optou por um vestido verde, cheio de brilhos - todas usarão modelos com pedras bordadas, em crepe e musseline.

As candidatas tiveram que definir seu conceito de beleza e escolher uma frase como lema.

- Para mim, beleza é tudo o que vem da pureza e deriva do amor incondicional - disse a estudante de Pedagogia Mirian Antunes de Mello, 23 anos.

Viagem ao Nordeste

A vencedora, além de ganhar um final de semana em Bento Gonçalves, uma joia e outros brindes, viajará para o Rio Grande do Norte, para representar a entidade no concurso em nível nacional.

O evento terá Regina Lima, apresentadora do Teledomingo, da RBS TV, como cerimonialista, e a maquiadora da RBS TV, Alice Salazar, no corpo de jurados.

A Acergs é uma entidade filantrópica, que presta atendimento assistencial ao deficiente visual e seus familiares.

Informações: 3225-3816

Enviado por Paulo Roberto.
Fonte: http://www.clicrbs.com.br/especial/rs/diario-gaucho/19,222,3333080,Uma-beleza-que-vai-alem-dos-olhos.html

terça-feira, 7 de junho de 2011

ENTRE A LEI E OS INTERESSES

O Procurador Geral da República arquivou os pedidos de investigação sobre o enriquecimento instantâneo do Ministro da Casa Civil do PT, Sr. Antonio Palocci. O representante do Ministério Público Federal precisa vir à tona, para apresentar a sua tese de absolvição sobre o blindado homem de confiança da Presidente do País.


A mídia, a oposição, o povo, os sensatos, os honrados e tantos outros segmentos de uma sociedade moralmente correta, querem ter seus interesses respeitados, ou seja, desejam comprovações legais de que o patrimônio do Sr. Palocci cresceu dentro de uma matemática saudável e de uma ciência social honesta. Apesar de parecer algo extremamente complexo, exigir plenitude ética nos processos simbióticos e muitas vezes parasitas que envolvem Governo e setores privados, os brasileiros necessitam de programas que combatam a corrupção e a miséria ética.


Não é crime um ministro da República jantar com empresários, telefonar para industriais, receber sugestões e pedidos de favorecimentos, viajar em aviões emprestados por amigos, participar de festas e almoços em propriedades de grandes corporações empresariais, receber prêmios e troféus fornecidos pelos detentores das maiores fortunas do País, aceitar doações milionárias para as campanhas políticas, oferecer a mão de suas filhas ou o braço de seus filhos para matrimônios com descendentes de figurões da alta sociedade Brasileira, enfim, não é crime circular o público pelas vias do privado. Com um pouco de boa vontade, talvez, possa ser considerado crime, o circulante público aportar em contas bancárias privadas ou contribuições particulares ilícitas rechearem os cofres de homens públicos. O Tráficode influências não pode ser comprovado e por esta razão, pode ser aprovado pelas hostes jurídicas.


No suposto caso de enriquecimento relâmpago do Sr. Palocci, muitos interesses, assim como os do povo, precisam ser atendidos. Desta forma, opositores, aliados, Governo, PT, ex-presidente, organizadores da copa do mundo de 2014, marketeiros, "imprensa marrom" e tantos outros interessados e interesseiros defendem seus pontos de vista e a visão de suas pontas dos dedos contando dinheiro. O que diz a Lei? O que dizem os interesses? O que dizem os escritores?


Entre a Lei e os interesses cabem mais coisas do que a minha vã inspiração consegue lançar na rede. De qualquer forma, aguardo a manifestação do Procurador Geral da República no Jornal Nacional da Globo, com o mesmo tempo que teve o Palocci, para que o Ministério Público Federal a presente as provas que levaram à absolvição do Ministro Petista e o arquivamento dos pedidos de investigação.


Confesso que gostaria muito que a Lei mostrasse em rede nacional, a fórmula lícita do crescimento do patrimônio do Palocci, para que os meus interesses de conhecer uma Nação onde as Leis são cumpridas, possam ser, finalmente, saciados.


Paulo Roberto Cândido de Oliveira